A VIDA NÃO CESSA COM A MORTE (EXPERIÊNCIA MEDIÚNICA)

Queridos amigos que acompanham meu blog! Quero iniciar esse post compartilhando algumas de minhas experiências mediúnicas, e também os convidando para fazer parte como leitores, amigos, desse novo tema que irei incluir em minha rotina de postagens. A cada mensagem postada, quero salientar acima de tudo a crença na justiça de Deus, a certeza de que a vida continua; aqueles que amamos estão vivos, seguindo a sua trajetória espiritual. E por fim: o espiritismo; o consolador prometido por Jesus, veio para retirar o véu de nossos olhos, em uma fé raciocinada consolidar de que tudo tem uma razão de ser. Deus é bom, o tempo todo Deus é bom!

Dia 25 de novembro completo mais um ano de vida. E alguns dias tenho orado a Deus, pedindo para que nesse dia a saudade que sinto do meu avô possa ser reconfortada. Faz alguns meses que ele deixou o seu compromisso material para voltar a pátria espiritual.

Saudade, que todos os dias em eventos corriqueiros me vem a lembrança, e aperta meu coração, em um gesto desesperador de o querer mais uma vez; sentir aquele abraço, a sua risada e seu toque. A tarefa mais difícil que temos que experimentar na terra é com certeza a separação temporária de nossos entes queridos. Pois queremos sentir a presença física, contar histórias, planos, abraçar e beijar, etc…

Vovô cumpriu aqui sua grande viagem, e também a sua promessa de que estamos juntos na eternidade. Falar ainda sobre a nossa relação mexe profundamente com meu emocional, reacende em minha alma lacunas que evito pensar, que devo manter equilibrada através do conforto da doutrina espírita e do intercambio mediúnico. Vovô foi meu grande amor –  e ainda é!

Mas, sem vasculhar em minhas memórias as lembranças que me apego, e as quais amo de todo meu coração. Quero falar da minha experiência de o receber alguns dias antes do meu aniversário. (Já tive alguns contatos com ele após a sua vida em espirito, mas essa experiência que conto é especial pelo o intercâmbio mediúnico ter durado alguns minutos e ter sido o presente de aniversário adiantado.)

Estava participando dos trabalhos mediúnicos e após a oração acabei entrando em profunda concentração. Tive a vidência de uma margarida: pouco fechada, logo depois, o quadro segue: a margarida se abre. Vem à mente: “Essa margarida é você”.  Fico feliz de você estar conseguindo florir, e mais ainda, levar seu perfume a outros bosques…”

Em seguida uma emoção tomou conta da minha alma, e sem saber muito bem o que acontecia, lagrimas caiam. Elevei a minha mão até o coração – que acelerou. E eis que começo a narrar em mesa para todos os outros companheiros.
– Estou aqui, e mais vivo do que nunca!
Era ele, meu amado vozinho, comigo como sempre!
– Gratidão a Deus! Pela oportunidade de estar aqui dirigindo essas palavras a vocês!
E sussurrou: “Minha netinha” a frase soou como se fosse um abraço e dos mais apertados.
Comovida, entre sensação de reconforto e ao mesmo tempo o esforço do equilíbrio, para ouvi-lo. Agradecia a Deus por sua misericórdia de me presentear com aquela dadiva e benção de comunicação. E o intercambio continuo por mais alguns minutos.

Esse post tem por objetivo acender dentro de cada um, principalmente daqueles que vivem com a saudade do ser amado que está na outra dimensão – acender a chama da esperança. Que muitas vezes acaba perdendo a força e vem a se tornar pequena como uma fagulha. Quero que essa mensagem seja a força para que essa fagulha volte a brilhar! A fé de que os laços jamais se corrompem, eles apenas se fortalecem.

A vontade; o amor incondicional, essas são as ferramentas que permitem acessar a esse intercâmbio para o contato com nossos entes amados.

Proponho a você, amigo leitor!
Fechar os olhos.
Respirar profundamente, pouco a pouco dissolvendo os pensamentos, como nuvens a passar.
Sentindo uma leve paz e calmaria, comece uma oração! Como fazendo uma faxina em sua casa mental (a oração é o alimento energético para a limpeza interior).
Sinta pequenas sensações que são prazerosas na vida: observar as ondas quebrando na praia, pássaros voando pelo céu, uma noite estrelada – deixe essas imagens e emoções fixadas em sua alma.
Por fim, use a mágica – a mágica que permite pulsar a vida física – o coração!
E com esse sentimento sentindo na sua mais perfeita pureza, inicie o intercambio! Peça através do seu protetor espiritual o auxilio para que aconteça essa conexão mesmo que breve.
Todos temos o potencial para viver esse momento, mesmo que não sejamos providos de uma mediunidade, temos sentimentos, a sensibilidade através do amor, e sabemos que através do amor em seu mais perfeito estado, podemos tudo.

Que essa técnica peculiar sirva para você sentir a presença daquele que ama novamente ao seu lado. Meus votos de paz a cada uma de vocês!